Por que o seu cartão de crédito tem números em alto relevo?

Aposto que na sua carteira tem pelo menos cinco cartões: da sua conta bancária, de crédito, de benefício, entre outros. E a maioria deles tem algo em comum, que a maioria dos usuários não se incomoda nem questiona.

É curioso ver como a tecnologia evolui e vai mantendo características, processos ou expressões os tempos anteriores.

Por que no seu cartão de crédito seu nome e os números estão em alto relevo? Já tinha parado para pensar nisso?

Isso vem da época em que não tínhamos tecnologia digital. Não havia internet nem bancos e sistemas conectados.

Ao apresentar o seu cartão de crédito, o dono do estabelecimento pegaria um formulário carbonado (*) em três vias, encaixaria numa plataforma onde também encaixar o seu cartão. Então passaria um rolo sobre eles de modo que o relevo do seu cartão imprimisse seus dados no papel carbonado. Só então preencheria a irmão o valor e a data da compra. Por fim, entregaria para você assinar, destacaria uma via para ele, uma para você e outra para empresa emissora do cartão de crédito.

Era uma operação logística saber quem comprou, quanto e onde gastou. Era necessário esperar a chegada do malote com as vias daquele estabelecimento no emissor do cartão para calcular as faturas.

Faz tempo que a tecnologia mudou, usando no começo tarjas magnéticas e agora chips, que são lidos até sem contato físico por máquinas e sistemas. E ainda assim temos diversos estabelecimentos comerciais emitindo o cartão da mesma maneira que se fazia há vinte anos.

Mais uma mudança neste meio de pagamento que nasceu quando executivo de uma agência de marketing de Nova York saiu para jantar com seus clientes e percebeu que não tinha trazido dinheiro. Deixou o seu cartão de visitas com dono do estabelecimento para voltar posteriormente para pagar. Assim surgiu o primeiro cartão de crédito, inicialmente pensado para os momentos das refeições, o Diners Club.

Apesar de algumas fintechs já emitirem seus cartões sem relevo, o curioso é que estamos em vias deixar de usar cartões físicos como meio de pagamento passando para gadgets e wearables. Periga na sua morte, ainda termos alguns com relevo no seu plástico.

*

Para quem não sabe o que é uma via carbonada, era uma folha de já vinha com carbono fixado no seu verso.